Menu

domingo, 10 de junho de 2018

Mesquita azul


Mesquita azul

O ano é 1606, o sultão Ahmed I decide construir uma enorme mesquita em Istambul. Uma mesquita para entrar na história, uma grande mesquita imperial que seria construída com recursos do tesouro, o que gerou críticas entre os estudiosos da época. A mesquita deveria ser construída em frente à Hagia Sofia (outra impressionante construção), exatamente para competir com a grandiosidade dela e do hipódromo. A construção finalmente foi iniciada em agosto de 1609 e finalizada em 1616.




Hoje ela é conhecida como a Mesquita Azul devido a sua coloração e é uma das mais belas construções turcas.










A arquitetura incorpora traços de origem bizantina e otomana, é uma obra harmônica e elegante. Possui 6 minaretes, o que foi considerado arrogante por copiar o número de minaretes da mesquita principal de Meca. O interior foi recoberto por mais de 20 mil azulejos, o piso é recoberto por ricos tapetes, substituídos periodicamente devido ao desgaste. Os vitrais coloridos deixam passar a luz do sol formando mosaicos lindos. É de uma riqueza de detalhes absurdo, uma vez em seu interior, o visitante não sabe para onde olhar primeiro, pois são incontáveis nichos e detalhes que merecem sua atenção.

A visita:

Para visitar uma mesquita é necessário respeitar algumas normas:



- as mulheres não devem estar vestidas com roupas curtas e devem obrigatoriamente estar com os cabelos cobertos por um lenço; caso não tenha um, há barracas ao lado dos portões de entrada que fornecem um tecido para esse fim (não adianta reclamar, se quiser entrar e admirar tamanha beleza, vai ter que cobrir os cabelos);






- os homens não podem estar vestidos com bermudas e camisas regatas, devem estar de calças compridas;



- todos devem tirar os sapatos ao entrar, respeitar os horários de orações e não fazer muito barulho.













Guardados esses pequenos cuidados, você irá ter o prazer de se maravilhar com tanta beleza, que um lenço nos cabelos é quase nada.

A entrada é gratuita.



Se for de metrô, desça na estação Sultanahmed e caminhe até a entrada.
Maiores informações: http://www.bluemosque.co/


Nenhum comentário:

Postar um comentário